quinta-feira, 30 de abril de 2009

Preparação de uma celebração

Mais do que conhecer cada passo e detalhe da celebração e distribuir funções e papéis, a preparação feita pelas equipes de liturgia tem por objetivo fazer com que todos os envolvidos penetrem no mistério celebrado.
É bom que haja várias equipes que se revezem. Mas tenha-se em mente que a liturgia não é posse de ninguém. Ela é dom de Deus. Em se tratando da Missa, é o próprio Cristo que atualiza seu sacrifício único.
Na reunião de preparação é bom que estejam presentes um representante da pastoral litúrgica paroquial, que garantirá a unidade paroquial e a unidade da liturgia católica; um representante de cada serviço a ser desempenhado (leitores, músicos, etc.); o presidente da celebração (no mínimo seja informado e consultado).
A reunião pode seguir os seguintes passos:
1. Oração: afinal é Deus quem age na liturgia, não a criatividade das pessoas.
2. Avaliação das celebrações passadas: com o objetivo de melhorar as futuras. Levar em conta se o que “apareceu” foi o mistério e se houve boa interação entre equipe, assembleia e presidência.
3. Situar no tempo litúrgico e na vida da comunidade: lembrando sempre que o centro de tudo é Cristo. Na liturgia, nos dirigimos ao Pai por meio Dele.
4. Experiência da Palavra: ler e aprofundar. Pode-se começar pelo Evangelho.
5. Idéias: o que pode ser feito à luz das reflexões feitas e respeitando-se as diretrizes da liturgia católica. Perguntar sempre se a sugestão favorece a celebração do mistério ou se é apenas gosto e vontade de uma pessoa ou equipe. Se coloque no lugar da assembleia.
6. Elaborar o roteiro e distribuir os ministérios: coloque tudo por escrito e seja minucioso. Lembre-se que não há ministérios maiores ou menores. Ninguém deve improvisar. Tenha-se em conta o local da celebração, os materiais, e todos saibam o que deve ser feito na hora certa.
Por fim, cheguem ao local da celebração com antecedência para orar e se concentrar. Tudo deve ser preparado antes que os fiéis cheguem. A sacristia, “pequeno sagrado”, é lugar de silêncio e pode servir para uma oração comum. Não é local de reunião, pois já foi feita!

Blog Widget by LinkWithin
Postar um comentário