segunda-feira, 17 de maio de 2010

Que o apelo dos bispos não seja apenas bonito no papel

Carta dos bispos brasileiros aos presbíteros na 48ª Assembleia Geral da CNBB.
BRASÍLIA, domingo, 16 de maio de 2010


"Pedimos que zelem pela comunhão eclesial, alimentando-a com a celebração cotidiana da Eucaristia, com a oração fiel e generosa, de modo especial a Liturgia das Horas, com a busca frequente do Sacramento da Penitência e a orientação espiritual, com um estilo de vida sóbrio, que tome distância dos apelos do consumismo, da cultura da banalidade, da invasão do secularismo."

 Texto na íntegra aqui.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Imagens de belas liturgias

Para contrapor as imagens de abusos litúrgicos postadas anteriormente, procurei algumas belas imagens de celebrações. Digo que não foi fácil, mas existem alguns esforços para promover a dignidade da liturgia conforme o real desejo do Concílio. A "reforma da reforma" proposta por Bento XVI há de vingar!

Belos paramentos e vasos litúrgicos, dignos do Sacrifício que o piedoso padre está oferecendo. O relógio aparece na foto, mas acredito que ninguém percebe isso numa liturgia bem celebrada (Valinhos/SP).

Distribuição da Sagrada Comunhão na forma tradicional: de joelhos, na boca, com patena segurada pelo acólito. O padre celebra de casula e o acólito com batina e sobrepeliz (Holanda).

Todos os sacerdotes de casula e em atitude reverente. O acólito (canto esquerdo) com veste adequada e de joelhos na consagração. Repare o crucifixo voltado para o celebrante principal (Holanda).

Sobriedade no tempo quaresmal. Os padres sem casula não ocuparam o altar (Brasil).

Simples e digno. (Brasil)

E não poderia faltar o nosso modelo: o Santo Padre. E isso não é uma Missa tridentina. É o mesmo rito novo de Paulo VI, que nunca proibiu a posição versus Deum.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Imagens de abusos litúrgicos


Brasília, 06 de maio de 2010 – Missa na Assembléia Geral dos Bispos do Brasil. “Portanto, reprove-se qualquer uso, para a celebração da Missa, de vasos comuns ou de escasso valor, no que se refere à qualidade, ou carentes de todo valor artístico, ou simples recipientes, ou outros vasos de cristal, argila, porcelana e outros materiais que se quebram facilmente” (Redemptionis Sacramentum, 117).
Fonte: Fratres in Unum

 Sim, é a Marta Suplicy no altar...
 Repare ainda algumas "coisinhas" no altar (IGMR 306. "Sobre a mesa do altar, apenas se podem colocar as coisas necessárias para a celebração da Missa").
 Além do já dito sobre coisas no altar, extremo mau-gosto.
Que cena! Cadê o mistério?
Um folhetinho, um crucifixo deitado "pra dizer que tem"...
A cara do povo condena o ridículo.
Olha Pe. Joãozinho celebrando Missa...

Sem comentários...
Olha a consagração.
Nem é preciso citar normas litúrgicas. Mas pode ter alguém que ache "bonitinho".
Vai um "pãozinho" aí?
Esta retrata bem o que a liturgia é para alguns.

MISERERE NOBIS, DOMINE!