quarta-feira, 29 de junho de 2011

Parceria do blog com o Instituto do Verbo Encarnado

Tenho a alegria de comunicar uma parceria do blog "A Caminho Teologia" com o Instituto do Verbo Encarnado - IVE - para venda das publicações IVE Press, com destaque para as últimas obras do Pe. Dr. Miguel Ángel Fuentes, IVE (argentino), já editadas na Argentina, Peru, Equador e Estados Unidos, e agora em português, com exclusividade pelo nosso blog.

O Padre Fuentes é Licenciado em Teologia pela Pontifícia Universidade Santo Tomás de Aquino (Roma) e Doutor em Teologia (com especialidade em Matrimônio e Família) pelo Instituto João Paulo II, da Pontifícia Universidade de Latrão (Roma). É autor de livros como «El teólogo responde» Vol. 1, 2 e 3, «Revestíos de entrañas de misericordia», «La ciencia de Dios», «Las Verdades robadas». Atualmente desempenha-se como professor de Teologia Moral no Seminário «María, Madre del Verbo Encarnado», em San Rafael, Argentina, e na «The Bishop Sheen Residence» em Washington.

 Nosso agradecimento ao Pe. Fábio Vanderlei, IVE, pela confiança.

Confiram as novidades na nossa Loja Virtual

terça-feira, 28 de junho de 2011

Livro: “As Verdades roubadas”

“As Verdades roubadas”

Um dos momentos cruciais em que a inteligência ou a vontade de grande parte dos jovens entra em crise é o contato com a universidade. Os estudos universitários a nível mundial adoecem de espantosas lacunas. Deste modo, muitas das convicções caem esmigalhadas ante os sofismas demolidores de falsos argumentos. Estas páginas não são mais que uma “introdução” aos grandes problemas da vida: Deus, a alma, a ciência, a religião, a verdade, etc. Da verdade pode dizer-se algo semelhante ao que Jesus disse do céu: só se entrega aos que lutam por ela (cf. Mt 11, 12).










Esgotado no fornecedor.


(FUENTES, Pe. Dr. Miguel Ángel. As Verdades Roubadas. São Paulo: IVE Press, 2007. 304p. 14x21cm)

Livro: “Modernos ataques contra a família e o noivado católico”

“Modernos ataques contra a família e o noivado católico”


A família, nestes tempos modernos, sofreu como nenhuma outra instituição, o ataque das transformações da sociedade e da cultura. Algumas permaneceram fiéis aos valores que fundamentam a família; outras se deixaram ganhar pela incerteza e o desânimo; outras caminham na dúvida e na ignorância de sua natureza e missão. A missão da Igreja, Mãe não só dos indivíduos, mas também das famílias cristãs, a uns deve sustentar, a outros iluminar e a outros ajudar em seu caminho de provas por este mundo, para conduzi-los à luz da Vida Eterna.

Este volume reúne dois artigos do autor.
O primeiro intitulado «Modernos ataques contra a família», publicado primeiro na Revista Mikael, no ano 1975 e seguidamente em uma separata da mesma Editorial, esgotado, reeditado e voltado a esgotar; o que mostra às claras a grande aceitação e uso por parte das famílias argentinas. A 20 anos de distância, seu valor não se empanou; pelo contrário, hoje mais que nunca o matrimônio e a família precisam se conhecer para poder cumprir sua missão no mundo; precisa conhecer sua essência, seus fins, suas prerrogativas, seus dons e os inimigos a ameaçam talvez como nunca na história dos homens.
O segundo artigo, titulado «O noivado católico», apareceu na Revista Diálogo completando o tema anterior com as agudas reflexões do Autor sobre a importante etapa que prepara para o matrimônio e que, em muitos casos, decide definitivamente o futuro do matrimônio. Nessas páginas o Padre Buela valeu-se de grande parte de sua experiência pastoral com jovens noivos, a muitos dos quais acompanhou em sua preparação para o Sacramento do Matrimônio. Neste escrito eles poderão encontrar as linhas seguras de uma moralidade e espiritualidade do noivado baseados no amor a Cristo e à Igreja e na grandeza do dom ao que é preparação.

Em união com o Santo Padre, o beato João Paulo II, em seu II Encontro com as Famílias no Rio do Janeiro, também nós reconhecemos que “a salvação da pessoa e da sociedade humana e cristã está estreitamente ligada à prosperidade da comunidade conjugal e familiar”.
clique aqui para comprar


(BUELA, Pe. Carlos Miguel. Modernos ataques contra a família e o noivado católico. Nova York: IVE Press, 2010. 87p. 14x21cm)

Livro: "O Teólogo responde"

O Teólogo responde
Respostas católicas a dúvidas e objeções dos homens do terceiro milênio


Trata-se de mais um livro do Pe. Miguel Ángel Fuentes, renomado Teólogo e autor vários livros.

      Todos nós sabemos da sede de verdade que inquieta o espírito humano de todos os tempos, de modo especial no mundo moderno, onde é a mentira a que exerce o protagonismo articulando-se nos diversos âmbitos da cultura. Consciente do problema o Pe. Fuentes escreveu o livro O Teólogo responde I (313 páginas), onde trata de responder de maneira breve, concisa, direta e acessível 73 das tantas e tantas perguntas que pessoas do mundo inteiro a ele dirige.

      Com finalidade de difundir a verdade e para atender esta grave necessidade do homem moderno, o livro está a venda por preço acessível. É realmente um ótimo livro tanto para ler e reler.




CLIQUE AQUI PARA COMPRAR


(FUENTES, Pe. Dr. Miguel Ángel. O Teólogo responde. Respostas católicas a dúvidas e objeções dos homens do terceiro milênio. Volume I. Nova York: IVE Press, 2010. 313p. 12x21cm)

Veja abaixo o índice do livro com os temas nele tratados:

Livro: “Homem e Mulher os criou”

“Homem e Mulher os criou”

HOMEM E MULHER OS CRIOU é um livro  para os que se preparam para o matrimônio e para aqueles que, já casados, aspiram a formar uma família autenticamente cristã. Inclui, por isso, os temas essenciais que devem enfrentar os noivos, cônjuges de longa vida matrimonial e recém-casados: o noivado, o amor matrimonial, as dificuldades matrimoniais, a provocação da droga e da pornografia que ameaça aos filhos, a educação das virtudes e a educação sexual dos filhos, a regulação da natalidade, as virtudes conjugais, a vida sacramental e a oração em família, etc. São todas questões fundamentais para o futuro da mesma humanidade, pois, como disse o beato João Paulo II: «A causa da família é a causa mesma do homem e da civilização» (Audiência Geral de 8 de outubro de 1997).
Este livro tem sido editado na Argentina, Peru e Equador. Possui sete edições em língua espanhola, uma em língua inglesa e esta em português.



CLIQUE AQUI PARA COMPRAR
(FUENTES, Pe. Dr. Miguel Ángel. Homem e Mulher os criou: noivos e esposos ante o matrimônio e a sexualidade. 9 ed. Nova York: IVE Press, 2008. 160p. 14x21cm.)

sábado, 4 de junho de 2011

O ecumenismo católico


No início da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, é bom lembrar o que vem a ser o Ecumenismo para os católicos, curto e objetivo modo.
Dizia Pe. Estêvão Bettencourt, OSB (com grifos meus): “O Diálogo Ecumênico é a troca de proposições entre católicos, protestantes e ortodoxos que visa a dissipar mal-entendidos, esclarecer dúvidas e abrir o caminho para a aproximação entre os cristãos. Embora Jesus só tenha fundado uma Igreja, que Ele confiou a Pedro e seus sucessores (cf. Mt 16,16-19; Lc 22,31s; Jo 21,15-17), existem hoje centenas de denominações cristãs, que se multiplicam sempre mais e podem deixar perplexo o católico despreparado para encará-las.”
Só há diálogo “ecumênico” entre cristãos. A fé cristã é a que professa o Deus Uno e Trino, sendo Jesus, a Segunda Pessoa, o Cristo, Deus e homem. Com outras religiões pode haver diálogo inter-religioso, nunca ecumênico.

Jesus Cristo fundou a sua Igreja, e confiou-a a Pedro e seus sucessores, como narram os evangelhos. Esta única Igreja tem quatro notas características:
Unidade: a Igreja é uma por sua fonte, a Trindade, e por seu fundador, Cristo. Contudo, apresenta diversidade pela variedade de pessoas e de dons de Deus. Asseguram a unidade: a profissão de fé, o culto divino, a sucessão apostólica. Fora da unidade católica, existem muitos elementos de santificação e verdade, que provém do mesmo Cristo.
Santidade: A Igreja, sendo Corpo de Cristo, é perfeitamente santa. Unida a Ele, é santificada e santificante. Nos seus membros, a santidade está por ser adquirida. Na Igreja, os cristãos encontram a plenitude dos meios de salvação.
Catolicidade: Significa também sua unidade e universalidade. A Igreja é enviada em missão a todos os homens. Pela virtude de Cristo, em cada igreja particular legítima, está presente a Igreja Universal.
Apostolicidade: A Igreja é construída sobre os Apóstolos; conserva e transmite seu ensinamento e mantém a sucessão apostólica. Os apóstolos são a continuação visível e a garantia da missão de Cristo até o fim dos tempos.
O objetivo do ecumenismo católico é “reconciliar todos os cristãos na unidade de uma só e única Igreja de Cristo” (UR 24). “Esta Igreja, constituída e organizada neste mundo como sociedade, é na Igreja católica, governada pelo sucessor de Pedro e pelos Bispos em união com ele, que se encontra, embora, fora da sua comunidade, se encontrem muitos elementos de santificação e de verdade, os quais, por serem dons pertencentes à Igreja de Cristo, impelem para a unidade católica.” (LG 8)
A oração em comum visa que os cristãos descubram, guiados pelo Espírito Santo, o caminho de volta à única Igreja querida por Jesus.

Papa aos jovens: buscar o sentido da vida

Por Márcio Carvalho

“A juventude é um tempo que o Senhor vos dá, para poderdes descobrir o significado da vida!”, diz o papa aos mais de 50 mil jovens na vigília de oração na Croácia, em 4 de junho de 2011.

Como Jesus indagou aos primeiros discípulos, também pergunta a cada um hoje: “Que procurais?” (Jo 1, 38). “É Ele que vos procura, ainda antes de O procurardes vós! Respeitando plenamente a vossa liberdade, aproxima-Se de cada um de vós e propõe-Se a Si mesmo como a resposta autêntica e decisiva para aquele anseio que habita no vosso ser, para o desejo de uma vida que valha a pena ser vivida.” Jesus faz compreender que a felicidade que todos procuram “se realiza na amizade com Ele, na comunhão com Ele, porque fomos criados e salvos por amor e, só no amor – um amor que quer e procura o bem do outro”.
A mensagem do Evangelho não é ilusória, mas leva em conta as dificuldades da vida. “Jesus não é um Mestre que ilude os seus discípulos: diz claramente que caminhar com Ele requer o compromisso e o sacrifício pessoal”, adverte o papa. Sucesso fácil, vida de fachada, confiança nos bens materiais, são seduções que obscurecem a única verdade para a qual Cristo quer nos conduzir.
Como Maria e todos os santos, o jovem não deve ter medo de entregar todo o seu ser ao projeto de Deus.

Discurso na íntegra: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/speeches/2011/june/documents/hf_ben-xvi_spe_20110604_veglia-croazia_po.html

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Batizai e ensinai! Estarei convosco!

Reflexão para o Domingo da Ascensão do Senhor


Mt 28,20 : “Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo". (Veja também: 1ª leitura: At 1,1-11; Salmo 46; leitura: Ef 1,17-23; Evangelho: Mt 28,16-20).

Batizai e ensinai! Estarei convosco!
Os textos bíblicos desta solenidade da Ascensão do Senhor narram e nos convidam a uma imensa alegria pela partida de Jesus Cristo. Como puderam ficar alegres os discípulos com a partida do Senhor?
Os discípulos entendem que a subida do Ressuscitado ao céu não é uma despedida, não significa uma ausência. Os céus não significam o local onde Jesus foi se refugiar, mas sim a presença divina. Deus sempre está presente; tudo abarca na sua eternidade, acima, além, sem os limites de espaço e de tempo. E é nesta forma de presença que Jesus, o Filho de Deus feito homem, foi assumido pelo Pai.
A alegria dos discípulos é a de entender que, uma vez “assentado à direita do Pai”, aquele com quem conviveram nunca mais estaria ausente. A nova forma de estar presente foi inaugurada: o homem pode entrar na eternidade de Deus. Definitivamente, quando ultrapassarmos os limites da vida biológica e formos assumidos pelo Pai, como Jesus o foi. Desde já, quando somos assumidos pela Trindade no nosso batismo e passamos a fazer parte de Cristo, da Igreja, da qual ele é a Cabeça e presença real até o fim do mundo.

Márcio Carvalho da Silva